Programa vai ampliar lista de fitoterápicos oferecidos pelo SUS

O ministério da Saúde e mais nove pastas do governo assinaram uma portaria que criou o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). O programa, segundo informações do próprio ministério, vai ampliar a lista de fitoterápicos oferecidos pelo SUS com base em uma relação que será definida por especialistas que vão compor um comitê específico.

Agência Estado |

Desde 2007, a rede pública fornece medicamentos fitoterápicos feitos à base de espinheira santa e guaco, que integram as listas de distribuição de medicamentos em 12 Estados. Com a implementação da legislação, o objetivo é difundir o uso da terapia. Os medicamentos fitoterápicos utilizados pelo SUS são aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A portaria também cria o Comitê Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde. Esse grupo é formado por membros da sociedade civil, além de entidades vinculadas, como representantes da agricultura familiar e do setor de manipulação. Ele vai monitorar e avaliar o Programa Nacional, assim como de verificar a ampliação das opções terapêuticas aos usuários.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG