Programa de SP oferece tratamento para fumantes soropositivos

O Centro de Referência e Treinamento/DST (CRT/Aids) dará início a um programa de conscientização e tratamento para soropositivos que desejarem parar de fumar, de acordo com informações da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. O programa teve como base estudos que constatam que a exposição à fumaça do cigarro potencializa o risco de que pacientes soropositivos possam ser afetados por diversas doenças relacionadas ao tabaco, tais como enfisema e pneumonia, em um nível de risco ainda maior do que as pessoas que não possuem o vírus HIV.

Agência Estado |

O programa do CRT/Aids prevê acompanhamento de psicólogos e psiquiatras e o fornecimento de medicamentos. De acordo com informações da secretaria, um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Yale concluiu que pacientes infectados pelo HIV apresentam 50% mais chances de desenvolver uma doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), como o enfisema e a bronquite, do que fumantes não infectados pelo vírus HIV. Outra pesquisa da Ohio State University (EUA), conduzida por Philip Diaz, indicou que fumantes soropositivos podem ser até sete vezes mais propensos a desenvolver enfisema do que fumantes não infectados.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG