Um grupo de dez representantes do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) está reunido desde as 17h40 com o secretário-adjunto da Casa Civil, Humberto Rodrigues, e com o secretário-adjunto da Educação, Guilherme Bueno, no Palácio dos Bandeirantes. O governador José Serra (PSDB) não está na sede do governo e cumpre agenda no interior do Estado.

Cerca de 7 mil professores fazem manifestação na tarde desta sexta-feira nas imediações do Palácio dos Bandeirantes. Eles tentam caminhar em direção à sede do governo, mas são impedidos pela Polícia Militar (PM). Mais cedo, em assembleia realizada em frente ao Estádio do Morumbi, os professores decidiram manter a paralisação da categoria.

A greve começou no dia 8 e os professores reivindicam reajuste salarial de 34%, incorporação imediata das gratificações e o fim das provas dos temporários e do programa de promoção.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.