O confronto entre professores da rede estadual de ensino paulista e a Tropa de Choque da Polícia Militar deixou cinco feridos por balas de borracha. Manifestantes e policiais se enfrentam nas ruas que levam ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado, na zona sul da Capital.

O cruzamento da rua Wagih Assad com a avenida Giovanni Gronchi virou uma verdadeira praça de guerra. Alguns manifestantes quebraram um vaso da rua e jogaram as pedras nos policias, que por sua vez revidaram com balas de borracha e gás de efeito moral. Um policial chegou também a jogar pedras.

Mais cedo, por volta das 16h45, uma assembleia realizada em frente ao Estádio do Morumbi, os professores da rede decidiram manter a paralisação da atividade. Um grupo de professores é recebido nesta tarde no Palácio dos Bandeirantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.