Professores estaduais decidem manter greve em SP

Os professores da rede estadual de ensino de São Paulo decidiram hoje, em assembléia, manter a greve da categoria iniciada na segunda-feira. Eles rejeitaram a proposta da Secretaria de Estado da Educação de reajuste no salário-base de até 12,2%.

Agência Estado |

Os professores reivindicam a revogação do decreto que limita as transferências e cria uma prova anual para contratar professores, além de reajuste que leve o piso da categoria para R$ 2 mil.

A assembléia aconteceu no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na avenida Paulista, região central da capital paulista. Agora os professores seguem em passeata rumo à Rua da Consolação e à Praça da República, também na região central da cidade, onde logo mais haverá um ato unificado de todas as categorias que trabalham na Educação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG