Cerca de 40 mil funcionários da rede de ensino do Rio de Janeiro, um pouco mais de 50% do efetivo, dão continuidade hoje à paralisação iniciada na última terça-feira, segundo informações do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe). A categoria reivindica reajuste salarial de 16% já no próximo pagamento (outubro referente a setembro), com retroativo a maio e redução de carga horária para os funcionários administrativos de 8 horas para 6 horas.

Os trabalhadores das escolas estaduais devem realizar amanhã um ato público em frente à Assembleia Legislativa (Alerj) às 14h. Para depois da manifestação está programada uma nova assembleia para definir os rumos do movimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.