Os professores da rede estadual de ensino da Bahia promovem hoje uma paralisação de 24 horas. Eles reivindicam agilidade da Justiça no julgamento da ação que cobra o ressarcimento de 10,8% nos salários dos docentes - montante que teria sido perdido durante o processo de criação da Unidade Real de Valor (URV), que marcou a transição entre o cruzeiro e o real, em 1994.

Naquele ano, o sindicato dos professores entrou com o pedido de correção salarial e a Justiça deu sentença favorável aos docentes, mas a administração pública recorreu. A Procuradoria Geral do Estado informou que também aguarda o julgamento da questão para definir se o aumento será concedido. Os 1,3 milhão de alunos da rede ficaram sem aulas hoje.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.