Vestida com um uniforme escolar, uma professora de Educação Infantil foi presa juntamente com um parceiro, na noite desta segunda-feira, depois de uma perseguição policial na zona leste de São Paulo. A dupla é acusada de ter praticado um roubo na Vila Formosa minutos antes.

AE
Objetos apreendidos no carro em que professora estava

Objetos e arma apreendidos no carro em que professora estava

Amigos das vítimas, que chegaram ao local logo após o roubo, seguiram o carro dos ladrões e avisaram a polícia. A dupla foi presa no Jardim Santo Eduardo.

O assalto aconteceu, por volta das 22h30, quando quatro amigos conversavam em frente à casa de um deles. Os amigos dizem que desconfiaram, porque na semana anterior outras moradores do bairro tinham sido assaltados por um casal que estava em um veículo semelhante.

"A gente se ligou porque na terça-feira passada eles (os acusados) roubaram um colega nosso aqui do bairro e deram uma coronhada nele", contou um dos amigos. "A descrição do casal batia, a única diferença é que a mulher, que era loira, agora estava morena", completou ele.

Os rapazes começaram a tentar esconder os pertences pessoais quando perceberam que o carro estacionou a poucos metros de distância.

De acordo com o relato deles, a professora permaneceu ao volante enquanto o homem desceu, armado, e anunciou o assalto. Um dos amigos estava um pouco mais a frente e escapou de ser roubado. Dos outros três, foram levados dois pares de tênis, duas correntes de prata, três bonés e dois aparelhos Nextel.

Enquanto o assaltante se afastava para entrar no veículo, dois amigos das vítimas chegavam ao local em um carro. O grupo pediu ajuda e o assaltante, ao perceber a aproximação do carro, atirou contra as vítimas, mas ninguém ficou ferido. Os dois amigos no carro passaram a seguir a dupla de assaltantes.

As vítimas do assalto se dirigiram à companhia da Polícia Militar do bairro para avisar sobre o roubo. Os policiais passaram a se comunicar com a dupla que seguia os assaltantes e conseguiram encontrar o carro dos suspeitos.

Durante a perseguição, os criminosos jogaram pela janela um revólver calibre 38, que foi encontrado pela PM. Os policiais da viatura da Ronda Escolar da 1ª Companhia do 19º Batalhão conseguiram cercar os acusados depois de cerca de 5 minutos de perseguição. Os itens roubados foram recuperados.

Conforme os PMs que efetuaram a prisão, o casal é suspeito de outros roubos recentes na região de Anália Franco, Vila Formosa e Vila Alpina. De acordo com a polícia, o homem tem passagens por roubo e receptação.

O caso foi registrado no 41º Distrito Policial (Vila Rica). Aos PMs que detiveram a dupla, os acusados afirmaram ser namorados. Mas no meio de pertences pessoais da professora, a polícia encontrou cartas de amor recentes trocadas entre ela e um preso do Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

Ainda entre os pertences da professora estavam livros e um documento que indicava uma escola de Educação Infantil como o seu local de trabalho. Segundo a PM, o carro está registrado no nome da professora.

Leia mais sobre: assaltos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.