Professor é acusado de decepar dedo de aluna no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO - Uma estudante da terceira série da escola municipal Roma, em Copacabana, zona sul do Rio, acusa um professor de ter decepado a ponta do dedo médio de sua mão esquerda em uma aula de reforço.

Redação |

Acordo Ortográfico

De acordo com a estudante de dez anos, o professor voluntário Aliomar Baleeiro Filho empurrou propositalmente a porta da sala de aula quando a menina tentava deixar o local para ir ao banheiro.

O caso foi registrado inicialmente como lesão corporal culposa (sem intenção) e encaminhado ao 4º Jecrim (Juizado Especial Criminal).

Porém, com a chegada do exame de corpo de delito, indicando a perda da falange, o juiz responsável determinou a abertura de inquérito policial. O caso agora está na 12ª DP (Copacabana), que já indiciou o professor sob acusação de lesão corporal grave (pena de um a cinco anos de prisão).

Leia mais sobre: escola

    Leia tudo sobre: alunos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG