Produtores teatrais deverão declarar orientação sexual

LONDRES, 2 ABR (ANSA) - A partir de agora, todas as pessoas que queiram financiamento público para o teatro na Inglaterra deverão declarar a orientação sexual de todos os principais responsáveis da organização que fez o pedido, segundo decisão do Art Council, entidade britânica que administra recursos para a cultura.

Agência Ansa |

De acordo com o jornal Times, o formulário trará as opções "gay", "heterossexual", "lésbica" e "desconhecido". Audrey Roy, diretora do departamento de financiamento da entidade, disse que o Art Council deve ser informado para quem vai o dinheiro e a qual público a produção será dirigida.

"Para nós a diversidade sexual é mais ampla que aquela relacionada a raça, etnia, fé religiosa e deficiência física", explicou Audrey, lembrando que essas informações serão usadas pelo governo somente para fins estatísticos e não serão divulgadas, nem influenciarão a decisão de conceder financiamentos. 

A idéia foi criticada imediatamente pelos atores Ian McKellen e Vanessa Redgrave. Declaradamente gay, McKellen disse que a decisão é "uma coisa absurda". "Não deveria estar em um formulário, é uma coisa completamente inapropriada", disse o ator. 

Já Vanessa, afirmou que todos deveriam escrever a opção "trissexual" e o autor teatral Michael Frayn sugeriu que o questionário também pergunte se os diretores de teatro são "míopes ou estrábicos, se usam meias pretas ou marrons". (ANSA).

    Leia tudo sobre: teatro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG