A Procuradoria da Venezuela intimou o jornalista Rafael Poleo para acusá-lo por uma declaração feita em outubro de 2008, na qual comparou o presidente venezuelano Hugo Chávez ao ex-ditador italiano Benito Mussolini.

Poleo, diretor do jornal El Nuevo País, deverá comparecer à Procuradoria no dia 24 de setembro, indicou o organismo em uma nota de imprensa distribuída nesta sexta-feira.

As declarações pelas quais o jornalista será acusado foram feitas durante uma entrevista concedida à rede de televisão Globovisión, que se opõe ao governo de Chávez.

Líderes políticos da oposição ressaltaram que Poleo se encontra fora da Venezuela.

"Poleo está fora do país e me disse que vai continuar até que as coisas sejam esclarecidas (pois) a primeira medida desses tribunais é a detenção", disse Henry Ramos, secretário-geral do partido social-democrata Ação Democrática.

nn/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.