Procon-SP orienta sobre contas com greve dos Correios

Diante da paralisação dos Correios iniciada hoje, as empresas que enviam cobranças por correspondência postal serão obrigadas a oferecer outra forma de pagamento viável ao consumidor, como por internet, fax, depósito bancário ou pessoalmente na própria sede, segundo orientações da Fundação Procon de São Paulo. Para o consumidor que contratou os serviços dos Correios e a prestação não ocorreu conforme determinado, a instituição orienta a solicitar ressarcimento do valor pago.

Agência Estado |

Segundo o Sindicato dos Funcionários dos Correios de são Paulo, a greve já teve uma adesão de cerca de 80% da categoria. Devido à paralisação, foram suspensos os serviços Sedex 10, Sedex Hoje e Disque Coleta, segundo a assessoria de imprensa dos Correios.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG