Processo de iraquiano que jogou sapatos em Bush começa em 31/12

O processo do jornalista iraquiano que jogou os sapatos contra o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, terá início no dia 31 de dezembro, anunciaram fontes judiciais.

AFP |

"A investigação terminou e o caso foi enviado à Corte Criminal Central do Iraque. O processo começará na quarta-feira em 31 de dezembro. Acontecerá neste tribunal, na presença da imprensa", declarou o juiz Dhiya al-Kenan.

"Não modificamos as acusações contra Muntazer al-Zaidi ao fim da investigação", acrescentou o juiz.

Muntazer al-Zaidi, jornalista iraquiano de 29 anos, ficou famoso ao jogar os sapatos, em 14 de dezembro, contra o presidente Bush durante uma entrevista coletiva em Bagdá.

O repórter foi acusado de agressão a um chefe de Estado estrangeiro durante uma visita oficial, segundo o artigo 223 do cógido penal iraquiano. Ele pode ser condenado a uma pena de cinco a 15 anos de prisão se for considerado que cometeu uma "agressão caracterizada".

O tribunal pode ainda considerar que se tratou de uma "tentativa de agressão", que pode ser punida com entre um e cinco anos de prisão.

A Corte Criminal Central do Iraque julga os casos de terrorismo. O advogado de defesa pediu que o processo fosse levado para outro tribunal, mas a solicitação não foi atendida.

O jornalista iraquiano, que ganhou a simpatia do mundo árabe, denunciou no domingo que foi agredido pelos agentes de segurança do primeiro-ministro iraquiano Nuri al-Maliki.

kat/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG