RIO DE JANEIRO ¿ Uma pane no centro de manutenção do metrô causou transtorno aos passageiros que utilizaram o meio de transporte no início da manhã desta sexta-feira. Devido ao problema, as estações Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo, em Copacabana, ficaram fechadas e as composições circularam na Linha 1 apenas entre as estações Saens Peña e Botafogo.

De acordo com o Metrô Rio, durante a madrugada, os trens ficam em um centro de manutenção para reparos e limpeza. Dessa garagem, as composições partem para as Linhas 1 e 2. Um problema nos trilhos, no entanto, obstruiu a saída de alguns trens. Das 33 composições utilizadas, somente 17 entraram em operação, sendo dez para a Linha 2 e sete para a Linha 1.

Por causa do transtorno, iniciado às 5h, os trens da Linha 1 não seguiram até Copacabana para não aumentar ainda mais o intervalo entre as composições, que geralmente é de 4 minutos na hora do rush e chegou a 7 minutos e meio. Com a interrupção parcial do trajeto, foram disponibilizados ônibus gratuitos para os passageiros que seguiriam de Botafogo até Copacabana.

O Metrô Rio informa que o problema nos trilhos no centro de manutenção foi sanado às 7h55, sendo reabertas as estações Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo. Em virtude do transtorno, as plataformas e os trens ficaram lotados, mas não foi registrado nenhum incidente grave. Todas as composições já estão circulando, mas os intervalos ainda estão irregulares nas Linhas 1 e 2.

No início do mês, um defeito na zona de manobra na estação Cantagalo também atrapalhou a viagem dos passageiros que utilizam o metrô. Na estação Estácio, onde há transferência da Linha 2 para a Linha 1, passageiros chegaram a ficar cerca de 15 minutos esperando o trem no sentido zona sul.  

Leia mais sobre: metrô

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.