RIO (Reuters) - Os primeiros projetos que receberão recursos do Fundo Amazônia serão aprovados na semana que vem, segundo a secretária executiva do Ministério do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que acrescentou que os primeiros projetos vão receber aproximadamente 140 milhões de reais do Fundo. O BNDES, que é o gestor do Fundo, vai aprovar os primeiros projetos na semana que vem, disse ela ao frisar que os nomes dos projetos contemplados serão conhecidos até agosto.

Ela informou que os primeiros projetos de preservação da Amazônia atuarão nas áreas de monitoramento, pesquisa e controle ambiental.

A Noruega já doou ao Fundo Amazônia 1 bilhão de dólares em um período de 10 anos. Os recursos foram doados a fundo perdido, ou seja, sem perspectiva de retorno.

"Os recursos entram no fundo conforme a redução do desmatamento da Amazônia. Há outros países interessados em fazer aportes como Alemanha e Inglaterra", disse a secretária ao ressaltar que os novos aportes só devem sair após a reunião de Copenhague, na Dinamarca, sobre mudanças climáticas.

O Fundo prevê ainda que até 25 por cento da arrecadação possa ser aplicada na preservação de florestas tropicais da África. "Isso está na concepção do Fundo e faz parte da cooperação Sul-Sul", finalizou ela.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.