Primeira-dama francesa se compara a Jackie Kennedy

Por Alex Dobuzinskis LOS ANGELES (Reuters) - A primeira-dama francesa, Carla Bruni-Sarkozy, disse em entrevista a uma revista norte-americana que se vê como semelhante à ex-primeira-dama dos EUA Jacqueline Kennedy Onassis.

Reuters |

A cantora pop e ex-supermodelo afirmou que gostaria de ser comparada a Jackie Kennedy, que é lembrada pela elegância e o estilo que levou à Casa Branca durante a presidência de seu marido, John Kennedy, no início dos anos 1960.

'Ela era jovem e moderna. Inconscientemente, então, eu me projetaria muito mais como Jackie Kennedy do que como, por exemplo, Madame de Gaulle, que seria muito mais a mulher francesa clássica dando apoio a seu marido,' disse Bruni em entrevista à Vanity Fair, divulgada na segunda-feira.

Bruni, de 40 anos, casou-se com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, em fevereiro, após um romance que começara três meses antes, apenas um mês depois de Sarkozy, de 53, ter se divorciado de sua segunda esposa, Cecilia.

Bruni disse também que Sarkozy não se incomoda com as fotos dela nua feitas na época em que era modelo.

Nascida na Itália mas naturalizada francesa, ela também falou de seus relacionamentos anteriores com os roqueiros britânicos Mick Jagger e Eric Clapton.

'Não é que eu tenha tido muitos amantes -- é que não os escondo', disse ela.

Bruni lançou seu terceiro álbum -- e primeiro desde que se tornou primeira-dama -- em 11 de julho, e o álbum chegou à primeira posição nas paradas.

A entrevista completa sairá na edição de setembro da Vanity Fair, que chega às bancas no início de agosto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG