Primeira-dama francesa, Carla Bruni se apresenta ao vivo em Londres

LONDRES ¿ Carla Bruni-Sarkozy já esteve no cenário mundial ao lado da rainha da Inglaterra, do papa e do Dalai Lama. Mas na noite de terça-feira em Londres, a primeira-dama francesa subiu a um palco diferente, ao lado da realeza do rock: Kings of Leon e Metallica.

AP |

Carla Bruni se apresentou no tradicional
programa de Jools Holland / AP

Apresentada simplesmente como Carla Bruni, ela cantou ao vivo no programa "Later Live ... With Jools Holland" da emissora BBC e foi entrevistada pelo apresentador e pianista.

Sentada diante de um piano, Bruni-Sarkozy foi questionada sobre como equilibra sua vida profissional com música e seus compromissos como primeira-dama da França.

"Eu não misturo as duas coisas. Tento separá-las. Eu toco minha música e estou do lado do meu marido quando ele precisa de mim", afirmou a ex-modelo. "Ele não é crítico, ou fã, mas está envolvido no meu trabalho."

"Eu toco em casa e perturbo ele no meio da noite", disse Bruni-Sarkozy. "Mas ele é doce e escuta as minhas dúvidas."

Durante a apresentação da banda Metallica, Bruni-Sarkozy "balançou os pés e aplaudiu", afirmou o repórter da BBC.

O novo álbum de Bruni-Sarkozy, "Comme si de rien n'etait" ("Como se Nada Tivesse Acontecido", em tradução livre), foi lançado em julho e está na lista dos mais vendidos da França.

Ela tocou "Tu es ma came", que traduziu como "Você é minha droga, você faz o meu tipo, você é a minha cara". Ela descreveu a música como uma canção sobre o vício por alguém "de forma intoxicante e apaixonada".

Holland perguntou se Bruni-Sarkozy já esteve nesta situação ao que ela
respondeu: "Sim, com certeza. E você?"

Holland respondeu: "Eu estou agora".

Leia mais sobre: Carla Bruni

    Leia tudo sobre: carla bruni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG