Primeira fase do vestibular da UFF tem abstenção de 9%

A Universidade Federal Fluminense (UFF) divulgou que cerca de 9% dos 52,7 mil candidatos inscritos na primeira etapa do vestibular 2010 não compareceram à prova realizada hoje. O exame foi aplicado nesta manhã em vários municípios fluminenses, além de cidades de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Distrito Federal.

Agência Estado |

De acordo com o coordenador geral do vestibular, Néliton Ventura, o número de abstenções é superior ao do vestibular 2009, que foi de 6%. Segundo ele, o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode ter provocado a desistência de alunos, embora o número de 4,7 mil faltosos esteja dentro do previsto. "Esse número de 9% de abstenções é bastante animador porque em razão do adiamento do Enem mudamos o nosso calendário e agora coincidimos com vestibulares das universidades federais de Minas Gerais (UFMG), do Paraná (UFPR) e de Goiás. As abstenções ficaram só três pontos porcentuais acima do ano passado".

Dentre as cidades onde o vestibular da universidade foi aplicado, o coordenador estima que Brasília teve o maior número de faltosos. "Estamos calculando, mas acho que foi Brasília. Houve lá um concurso público grande e por isso, temos a impressão de que foi lá", informou Ventura.

O gabarito da primeira etapa da prova deve ser divulgado ainda nesta tarde na página da instituição na internet. Quem quiser contestar alguma questão só tem até amanhã para fazê-lo. A previsão é de que a lista de aprovados para a segunda etapa seja publicada no dia 16 de dezembro, já que os candidatos voltam a fazer provas no dia 20. Eles concorrem a 7 mil vagas em cerca de 85 cursos em diversos campus da UFF. As informações são da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG