PRF alerta para chuvas e buracos nas rodovias

Brasília - A orientação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para quem vai viajar pelas estradas durante o período de final de ano é atenção redobrada aos buracos provocados pelas chuvas que atingem quase todo o país. O inspetor De Lucas Barbosa avaliou que as pistas, de maneira geral, estão em boas condições, mas que os motoristas devem ficar alerta aos estragos provocados pela grande quantidade de água. A chuva trouxe bastante buracos e quem for trafegar, vai sair sabendo que existem os buracos, que há chuva e que isso é um agravante. É um cuidado a mais durante o deslocamento.¿

Agência Brasil |

Quando você pega uma tempestade, aconselhamos as pessoas a procurarem um lugar seguro como um posto de fiscalização, de combustível, encoste o veículo e ligue o alerta. Nunca use o alerta em movimento. Aconselho farol baixo sempre, além de manter uma distância segura do veículo a frente. Se for necessário ultrapassar, ultrapasse um veículo de cada vez e, viajar à noite, só em último caso, alertou o inspetor, em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional.

Desde a zero hora do dia 20, os 61 mil quilômetros de rodovias federais estão sob esquema especial de fiscalização por conta da Operação Fim de Ano ¿ que se estende até o próximo dia 4. A idéia, de acordo com a PRF, é direcionar a estrutura de policiamento para os trechos considerados críticos nos principais corredores viários do país.

A gente gostaria que a população colaborasse com o trabalho policial, porque com mais tranqüilidade, com certeza, os acidentes diminuem. 80% dos acidentes acontecem por causa do motorista e da direção. São colisões frontais, saída de pista, ultrapassagem indevida e tudo isso é falta de respeito à sinalização, afirmou De Lucas.

De acordo com Barbosa, o estado de Minas Gerais, em um único dia de operação, registrou 11 óbitos nas estradas federais. Já o Distrito Federal, até o momento, registrou 11 mortes e 18 feridos.

Se você contabilizar tudo, no final dessa operação, vamos ter praticamente um avião que caiu e as pessoas não têm aquela comoção toda porque parece que se acomodaram e que os acidentes fazem parte da vida. As pessoas têm que ter medo, respeito e responsabilidade na rodovia".

Leia mais sobre: acidentes nas rodovias

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG