Jorge Milton Gonçalves Duarte e André Rodrigues foram presos hoje acusados de envolvimento na morte do vereador Célio Lopes, o Célio Dentista, no dia 2 de junho do ano passado, em frente à Câmara Municipal de Mangaratiba, no Rio de Janeiro. Duarte é assessor do prefeito da cidade, Aarão de Moura Brito Neto, e Rodrigues é guarda municipal.

Segundo a polícia, o guarda teria mandado o foragido da Justiça Valdiclei Santos da Silva atirar contra o vereador. Célio Lopes era responsável por fiscalizar as contas do prefeito Aarão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.