Cerca de 100 detentos da delegacia de Porto Seguro, na Bahia, estão rebelados desde a tarde de ontem. Segundo informações da polícia, eles mantêm quatro adolescentes infratores reféns, que estavam em uma cela separada.

Os amotinados cobram mais agilidade na tramitação dos processos criminais e estariam armados com facas improvisadas.

Segundo as primeiras informações, os rebelados já teriam destruído sete celas da carceragem e cobram a presença da juíza Nemora de Lima Janssen na unidade. Até o momento, as negociações são conduzidas pelo coordenador da Polícia Civil na região, Evy Paternostro. Do lado de fora, o clima é tenso entre familiares de presos e policiais militares, que estão de prontidão para uma possível invasão da unidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.