Presos quatro na Bahia por tráfico internacional de pessoas

A investigação teve início quando uma mulherque conseguiu fugir da rede denunciou todo o esquema e seus integrantes

AE |

selo

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje quatro pessoas durante a Operação Nêmesis, deflagrada na Bahia, desarticulando uma rede internacional de tráfico de mulheres. A investigação teve início quando L.G.S., uma vítima que conseguiu fugir da rede, denunciou todo o esquema e seus integrantes, que atuavam no Brasil e na Espanha.

A quadrilha começou a ser desarticulada durante a madrugada de hoje, quando S.P.A., dona da casa onde a aliciada foi obrigada a se prostituir e impedida de sair, foi presa no aeroporto de Salvador, ao desembarcar de voo vindo da Espanha. A operação continuou durante a manhã, com a prisão das outras três envolvidas na cidade de Buerarema.

Segundo a PF, L.G.S. contou que havia sido convidada por V.R.S.P. para trabalhar como empregada doméstica na Espanha. Logo, V.R.S.P. tratou de providenciar toda a documentação da vítima e a mandou para a Europa em 26 de abril do ano passado. Porém, L.G.S. teve seu acesso negado pelos agentes de imigração, por portar quantidade insuficiente de recursos para subsistência.

Em maio do mesmo ano, novamente auxiliada por V.R.S.P., ela realizou outra viagem e, dessa vez, conseguiu chegar ao destino, a cidade de Reus, na Espanha. Lá, L.G.S. foi recepcionada por S.P.A. A quadrilha ainda era composta por mais duas pessoas, D.R.P.A, mãe de S.P.A., e J.B.C., vulgo "Selma Sucata".

    Leia tudo sobre: tráfico de pessoas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG