Presos em MS 8 acusados de agir sob ordem de detento

Oito pessoas foram detidas na manhã de hoje acusadas de traficar armas e drogas sob o comando de um detento do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Durante confronto com a polícia, uma pessoa morreu.

iG São Paulo |

Oito pessoas foram detidas na manhã de hoje acusadas de traficar armas e drogas sob o comando de um detento do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Durante confronto com a polícia, uma pessoa morreu.<p><p>Segundo o Ministério Público (MP) do Estado, foram detidos Ana Aparecida Pires da Silva, esposa do preso José Cláudio Arantes, suspeito de ser o líder da quadrilha, a filha Viviane Kelin Leite Arantes, a nora Ana Cristiana Almeida Fernandes, o genro Antenor Mota de Morais Neto, Marisete Fernandes Teixeira, Ricardo de Souza, Kelly Maciel Ribeiro e Solange Silva Santos, considerada a madrinha do PCC no Estado. <p><p>Além das prisões, agentes do MP e da Polícia Militar (PM) cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em quatro residências, entre elas na casa de uma advogada suspeita de atuar junto com os integrantes da facção.<p><p>Foram apreendidos quase uma tonelada de drogas, que deveriam ser entregues para locais no Rio de Janeiro e em São Paulo, armas e dinheiro nacional e estrangeiro, veículos e mais de dez celulares. Pelo menos 15 contas bancárias usadas para movimentação financeira do grupo foram bloqueadas.<p><p>Um outro suspeito, conhecido como Playboy, que estava foragido, morreu durante confronto com a polícia. O MP não soube informar em qual cidade ocorreu o confronto. A operação foi realizada em Campo Grande, Dourado e Eldorado, após três meses de investigações, às quais foram feitas a partir de escutas telefônicas.
    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG