Presos dois policiais em ação contra caça-níqueis em Santa Catarina

FLORIANÓPOLIS - Dois policiais civis foram presos na manhã desta quarta-feira durante a Operação Arrastão, da Polícia Federal (PF), desenvolvida com o apoio do Ministério Público do Estado de Santa Catarina, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada na exploração de máquinas caça-níqueis e corrupção de policiais.

Agência Estado |

Segundo a PF, o bando, que também conta com a ajuda de policiais militares, agia nos municípios catarinenses de Tijucas, São João Batista, Canelinha, Itapema e Brusque.

Segundo a denúncia, o grupo agia corrompendo policiais para que se abstivessem de reprimir a atividade ilícita, repassassem informações privilegiadas sobre operações de repressão a serem desencadeadas e, até, para que restituíssem peças de máquinas caça-níqueis regularmente apreendidas.

Cerca de 250 policiais federais cumprem 19 mandados de prisão contra exploradores de jogo e policiais corrompidos, 46 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de sequestro de bens.

Leia mais sobre: Operação da PF

    Leia tudo sobre: operaçãooperação da pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG