Presos 4 com carros levados de estacionamento em SP

A Polícia Civil prendeu ontem quatro homens acusados de envolvimento com uma quadrilha que roubou sete carros de um estacionamento no bairro Pompeia, zona oeste de São Paulo, no dia anterior. Os suspeitos foram detidos no momento em que foram buscar dois dos veículos que estavam estacionados em ruas da região do bairro do Limão, também na zona norte.

Agência Estado |

Conforme a Polícia Civil, os suspeitos são de classe média e têm ensino médio completo.

Os policiais da Delegacia de Repressão a Desmanches Ilegais do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) foram avisados pela empresa de rastreamento do posicionamento de dois veículos. Os policiais encontraram os carros em duas ruas diferentes e fizeram uma campana, aguardando que alguém fosse buscá-los. No início da noite de ontem, um desempregado de 24 anos desceu de uma Parati e foi detido quando já estava dentro do primeiro carro roubado.

A outra equipe do Deic prendeu três homens que estavam na Parati - um motorista de 24 anos, um mecânico de 26 e outro desempregado, de 24. Eles foram detidos no momento em que estacionaram ao lado do segundo carro roubado. A chave do veículo estava junto dos três suspeitos. No momento da prisão, eles alegaram que apenas haviam dado uma carona para o primeiro suspeito preso.

Nenhum dos quatro detidos foi reconhecido pelas vítimas como participante do roubo praticado na segunda-feira. Eles também não aparecem nas imagens do circuito interno de segurança do estacionamento, que gravou a ação dos criminosos. "Me parece que é uma tática de crime compartimentado. Uma parte do bando rouba. A outra entrega os carros", disse o delegado Márcio Martins Mathias, do Deic.

Informalmente, os acusados disseram à polícia que os veículos roubados seriam deixados em um posto de gasolina na zona norte da cidade. O receptador final montaria a estrutura dos veículos em um chassi de utilitários idênticos, mas sinistrados. Os quatro responderão por receptação e formação de quadrilha. Um dos suspeitos já tinha passagem por receptação, outro por roubo e receptação e um terceiro, por agressão.

O roubo

Cerca de oito bandidos invadiram o estacionamento. Parte deles chegou em um carro e parte a pé. Segundo o relato das vítimas, pelo menos três estavam armados. O grupo rendeu dois funcionários e dois clientes do local.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG