RIO DE JANEIRO - Dezoito pessoas foram presas nesta quarta-feira durante uma operação desencadeada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e a Polícia Civil de Resende com o objetivo de desarticular uma quadrilha que traficava entorpecentes e praticava lavagem de dinheiro na Região Sul Fluminense.

Acusado de comandar a quadrilha, Denílson Benaque Cortate, conhecido como "Carvoeiro", foi encontrado na região do Vale do Paraíba, no interior do Estado de São Paulo. No total, foram expedidos 17 mandados de prisão temporária e 28 de busca e apreensão.

Entre os 18 detidos na ação, 16 possuíam mandados de prisão em seus nomes. As outras duas pessoas foram presas em flagrante. Um suspeito está foragido. 

A operação contou com o apoio da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública e do Ministério Público de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Vale do Paraíba.

Durante a ação, foram apreendidos diversos documentos que indicam lavagem de dinheiro pelo grupo, além de grande quantidade de maconha, cocaína e crack. Duas lojas que vendem peças para carros, que seriam usadas pela quadrilha, foram interditadas.

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.