Após um ano de investigações, 12 pessoas foram presas hoje em Foz do Iguaçu, no Paraná, suspeitas de facilitarem um esquema de transporte de mercadorias contrabandeadas do Paraguai. Entre os detidos estão dois policiais civis e dois policiais militares.

Outros dois policiais estão foragidos. De acordo com a polícia, os policiais chegavam a cobrar até R$ 2 mil dos contrabandistas para não fiscalizarem as cargas. Os policiais que coordenam a operação suspeitam que a quadrilha permitiu a entrada no Brasil de drogas, armas, munição e mercadorias sem nota fiscal. Foram apreendidos R$ 60 mil, além de produtos, armas e munição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.