Policiais rodoviários federais acreditam ter prendido, na tarde de quinta-feira, 6, em Campos, no norte fluminense, três homens suspeitos de participação nas chamadas "saidinhas de banco" - crime no qual a vítima saca dinheiro na agência, é seguida e abordada pelos assaltantes, auxiliados por comparsas que, via celular, passam informações de dentro do banco sobre as potenciais vítimas.Eram 15h45 quando os policiais pararam um veículo Gol, placas CYW 2595/SP, próximo ao quilômetro 40 da BR-101, em Campos (RJ).

Policiais rodoviários federais acreditam ter prendido, na tarde de quinta-feira, 6, em Campos, no norte fluminense, três homens suspeitos de participação nas chamadas "saidinhas de banco" - crime no qual a vítima saca dinheiro na agência, é seguida e abordada pelos assaltantes, auxiliados por comparsas que, via celular, passam informações de dentro do banco sobre as potenciais vítimas.

Eram 15h45 quando os policiais pararam um veículo Gol, placas CYW 2595/SP, próximo ao quilômetro 40 da BR-101, em Campos (RJ). Durante uma revista nos suspeitos, os agentes localizaram 11 aparelhos celulares e mais de R$ 2 mil, em notas. Como as versões dos suspeitos sobre a origem do material eram divergentes, os agentes realizavam novas buscas no interior do veículo, onde encontraram mais R$ 30 mil, totalizando R$ 32.178. Segundo os policiais, o dinheiro e os celulares seriam provenientes de roubos ocorridos pela manhã em Vitória, capital do Espírito Santo. Uma única vítima teve que entregar R$ 30 mil aos criminosos após sair da agência.

A.L., 26 anos, F.L.P., 19, e V.M.C., 27,foram detidos e serão investigados pelos crimes de roubo e receptação. Não foram encontradas armas com o trio, encaminhado para a delegacia da cidade. Segundo a polícia, Anderson já tem passagem e estava em liberdade condicional e saiu do Espírito Santo sem permissão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.