Preso suspeito de contrabando de ouro e prata em Santa Catarina

Policiais rodoviários federais prenderam nesta terça-feira, em Ponte Alta, cidade localizada na região central de Santa Catarina, Valderes Carlos Storchi, 57 anos. Ele é suspeito de integrar uma quadrilha responsável por contrabando de prata e ouro do Uruguai para o Brasil. Storchi era procurado pela Justiça Federal no Rio Grande do Sul, que expediu mandado de prisão temporária de cinco dias.

Agência Estado |

Storchi, que havia saído do Paraná, foi parado pelos federais na altura do quilômetro 213 da BR-116, no momento em que viajava para Caxias do Sul (RS). De acordo com a PRF, com Valderes foram encontrados ouro e dólares. A quantia não foi informada. Ele foi levado para a Delegacia da Polícia Federal em Lages, de onde seguirá para a capital gaúcha.

Na manhã de ontem, foi deflagrada pela Polícia Federal, nos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul, a Operação Hydra, cujo objetivo é desarticular um esquema de contrabando de metais preciosos vindos do Uruguai. Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária em Guaporé (RS), Caxias do Sul e São Paulo e 12 de busca e apreensão em Porto Alegre, Caxias do Sul, Guaporé, São Paulo, Diadema e Artur Nogueira (SP).

Até o momento foram contabilizados 555 quilos de prata, 530 gramas de ouro, 1,2 quilo de pérolas, 42 gramas de diamantes e brilhantes, além de 2,2 quilos de outras pedras preciosas. Também foram apreendidos cerca de R$ 500 mil e US$ 100 mil em espécie, documentos e oito veículos.

    Leia tudo sobre: santa catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG