Preso no dia da posse ex-prefeito acusado de homicídio

O ex-prefeito de São Luís do Quitunde, Cícero Cavalcante (PMDB), foi preso hoje sob acusação de ser o mandante do assassinato de José Geraldo Renovado Serqueira, suplemente de vereador e líder comunitário na região, executado a tiros em outubro de 2007. Cavalcante estava para tomar posse hoje na prefeitura da cidade, distante 63 quilômetros de Maceió, no lugar de Jean Cordeiro (PP), que foi afastado por suposta corrupção eleitoral.

Agência Estado |

Com a detenção, a posse deve ser suspensa.

Em entrevista à imprensa, na porta do Instituto Médico Legal Estácio de Lima, Cavalvante afirmou que a sua prisão "é uma armação política" para impedir a sua posse na prefeitura. Ele conseguiu chegar ao cargo por meio de um recurso impetrado na Justiça, já que havia perdido as eleições em 2008. O prefeito foi detido numa operação da Polícia Civil, que tinha ordem de prisão preventiva expedida pelos juízes da 17º Vara Criminal da capital alagoana.

Esta não é a primeira vez que Cícero Cavalcante é preso. Ele já foi detido pela Polícia Federal (PF) na Operação Guabiru, acusado de desvio de verbas federais destinadas à merenda escolar. O ex-prefeito nega as acusações e diz que é amigo da família de José Geraldo. "A família sabe que eu não tenho nada a ver com esse crime, o que está havendo é uma grande armação para impedir a minha posse, confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL)", afirmou Cavalcante, acrescentando que já tomou as medidas judiciais para recorrer da prisão preventiva.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG