Depois de dois meses de investigação, a Polícia Civil do Guarujá prendeu hoje de madrugada parte de uma quadrilha especializada em roubar casas de luxo no litoral paulista. Três homens foram presos.

De acordo com o investigador chefe da Delegacia Sede do Guarujá, Paulo Sergio Carvalhal de Lima, as pistas se intensificaram duas semanas atrás, quando Eder Lucas dos Santos, que é filho de um Policial Militar (PM), foi identificado em uma foto como um dos integrantes do grupo. Porém, tanto ele quanto Raphael Alves da Silva estão foragidos.

Em diligência a três endereços no bairro da Enseada, os policiais conseguiram prender Milton Gonçalves Candido Junior, de 25 anos, Alex Ramos João, de 27, e Leandro Felipe dos Santos, de 28 anos. Segundo Carvalhal, os três já tinham passagem pela polícia. "O que chamou a atenção foi o Alex, que tinha 11 passagens por 171 (estelionato)". No entanto, Alex não foi condenado por nenhum dos crimes. Já Leandro, que cumpria pena de dez anos de reclusão por tráfico de drogas, estava foragido da Justiça.

Entre os objetos apreendidos há um carro, aparelhos de celular e de rádio comunicador, diversos equipamentos eletrônicos e de informática, como iPods e pendrives, além de dois computadores portáteis, um videogame e um aparelho de DVD. Também foram apreendidos óculos e relógios importados e algumas jóias. Com exceção do automóvel, os objetos pertenciam aos moradores de uma casa no residencial Acapulco, na praia de Pernambuco, roubada há duas semanas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.