O ex-policial militar Carlos Henrique Pereira Januária, acusado de fazer a segurança do chefe do tráfico de drogas da Rocinha Antonio Bonfim Lopes, o Nem, foi preso nesta sexta por agentes da Polinter próximo a sua residência no Itanhangá, zona oeste do Rio de Janeiro.

Segundo a delegada titular Roberta Carvalho, Carlos Henrique era lotado no Batalhão de Choque e teve o nome excluído da Polícia Militar (PM) por meio do boletim da corporação no último dia 9 de março. Ainda de acordo com a delegada, o preso passava informações sobre operações sigilosas da polícia para o traficante.

Com ele os agentes apreenderam a quantia de R$ 100 mil, uma pistola, que teria sido furtada de um policial civil, grande quantidade de munição de uso restrito, um carro e uma moto sem procedência, além de dois rádios transmissores. O ex-PM nem seu delegado haviam se pronunciado sobre as acusações.

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.