Preso em MG último acusado de matar músico dos EUA

A polícia prendeu ontem, em Itajubá, no sul de Minas Gerais, o último acusado de envolvimento na morte do compositor norte-americano Raymond James Merrill. Nelson Siqueira Neves, de 40 anos, foi trazido para São Paulo para prestar depoimento na Seccional de São José dos Campos, no Vale do Paraíba.

Agência Estado |

O crime ocorreu em abril de 2006.

Conforme a polícia, o músico foi dopado com calmantes e bebidas alcoólicas pela namorada, apontada como mentora do plano. Eles se conheceram pela internet e Merrill a visitava no Brasil pela terceira vez. Com a ajuda de Neves e mais um homem, a namorada obteve as senhas dos cartões de crédito da vítima. Em seguida, eles efetuaram saques e, depois, enforcaram o norte-americano com um fio de cobre e atearam fogo. O corpo do compositor foi encontrado queimado em um terreno baldio em Caçapava.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG