Preso acusado de matar investigador de polícia em SP

Um homem foi preso na noite de ontem acusado de matar durante um roubo o chefe dos investigadores do 7º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, José Carlos Cardoso, de 58 anos. O suspeito foi encontrado pela polícia quando procurou socorro em um hospital em São Caetano do Sul, no ABC paulista.

Agência Estado |

Ele foi baleado durante uma troca de tiros com o policial civil, que reagiu ao assalto. Outras cinco pessoas, entre elas duas mulheres, foram detidas para averiguação. A Polícia Civil investiga se houve participação delas no crime.

O assalto aconteceu na região do Sacomã, zona sul de São Paulo. O investigador, que estava na polícia há 30 anos, foi a uma oficina mecânica junto com a esposa. Segundo as informações apuradas pela polícia, eles foram buscar um carro que estava no local para reparos. Quando a mulher do policial estava dentro do veículo, foi abordada pelo suspeito, que anunciou o assalto.

Conforme o delegado Mitiaki Yamamoto, da Delegacia Seccional de São Bernardo do Campo, Cardoso então se identificou como policial. O criminoso reagiu e o policial atirou contra ele. O suspeito foi baleado no abdome, próximo à cintura. O policial civil também foi atingido. Ele foi socorrido por testemunhas e levado ao Pronto-Socorro do Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro Saboya, no Jabaquara, mas morreu em seguida. A arma do policial, uma pistola calibre 45, foi levada pelo criminoso.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG