SÃO PAULO - O presidente Luís Inácio Lula da Silva recebeu a ex-refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Ingrid Betancourt, no escritório da Presidência, em São Paulo, no início da tarde desta sexta-feira.

AP
Lula e a ex-refém das Farc  

O objetivo de Betancourt é conversar com autoridades sobre o aprofundamento de ações que favoreçam a libertação de reféns em poder das Farc, segundo informações da agência argentina Telam. Ela já se reuniu com parentes de 28 reféns. 

A ex-candidata à presidência colombiana Ingrid Betancourt foi libertada depois de passar mais de seis anos presa nas mãos de uma guerrilha de esquerda. Betancourt viveu dentro da selva como refém, enfrentando doenças tropicais e as dificuldades existentes em regiões de mata fechada.

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) foram criadas em 1964 como braço armado do Partido Comunista da Colômbia. O grupo realiza ações como sequestros para financiar suas operações, junto com o tráfico de drogas. De acordo com declarações próprias, seu objetivo é lutar contra as desigualdades sociais, políticas e econômicas.

Leia mais sobre: Farc

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.