Presidente francês anuncia apoio à imprensa

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, anunciou nesta sexta-feira um plano estatal no valor de 600 milhões de euros em apoio à imprensa escrita, que atravessa grandes dificuldades num contexto econômico deteriorado.

AFP |

A ajuda do Estado será de 200 milhões anuais durante três anos.

Ao encerrar as atividades do grupo de trabalho da imprensa, que convocou no último trimestre do ano passado, o presidente francês assinalou que o Estado tinha o dever de ajudar um setor que emprega mais de 100.000 pessoas.

Entre as medidas adotadas diante da "urgência criada pela queda das perspectivas publicitárias" estão o adiamento por um ano de aumento das tarifas postais, a reorientação dos gastos com a comunicação institucional do Estado e um apoio aos vendedores de jornais e distribuição domiciliar, que é "a chave da imprensa diária", segundo Sarkozy.

Outra medida, desta vez dirigida ao público e a título experimental, consiste em conceder a cada jovem francês de 18 anos uma assinatura gratuita de um jornal de sua escolha durante um ano.

Tais medidas fazem parte das 90 recomendações de um livro verde desse grupo de trabalho, formado por 150 profissionais - repórteres, editores, gráficos, etc -, para ajudar o setor a sair da crise financeira e de confiança que atravessa.

Por outro lado, o presidente francés anunciou a criação de uma estatuto de editor de imprensa e o aumento da ajuda do Estado ao desenvolvimento de jornais pela internet.

da/nh/sd/

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG