Presidente e diretor dos Correios são demitidos

Demissões de Carlos Henrique Custódio e Pedro Magalhães foram orientações do Palácio do Planalto

iG São Paulo |

O presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio, acaba de receber a notícia da sua demissão, que deverá ser publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira. Ele se reuniu neste início de noite com o ministro das Comunicações, José Artur Filardi. O substituto será Davi José de Mattos.

Agência Estado
O agora ex-presidente dos Correios Carlos Henrique Custódio (e) ao lado do presidente Lula durante solenidade nesta quarta-feira
Custódio, que ocupava o cargo desde julho de 2006, disse que ficou surpreso com a demissão, que foi uma orientação do Palácio do Planalto. Horas antes de ser notificado, ele estava em um mesmo evento que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não sinalizou sobre o assunto.

Para Custódio, a demissão pode fazer parte de um arranjo político no governo. Ele acredita que o motivo não foram os problemas operacionais, que causaram atrasos nas entregas de encomendas no início do ano, que, segundo ele, já foram resolvidos. Segundo ele, os Correios continuam com índices altos de satisfação dos consumidores e teve quatro anos de lucro operacional, o que é um fato relevante na história da empresa.

“Cumpri meu ciclo com as melhores intenções, fiz o meu melhor, não me arrependo de nada, nenhum minuto”, avaliou o ex-dirigente dos Correios.

O diretor de Recursos Humanos dos Correios, Pedro Magalhães, também será demitido.

*com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: correiosdemissõeslula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG