O presidente licenciado do Instituto de Arquitetos do Brasil, seção São Paulo (IAB-SP), Joaquim Guedes, de 76 anos, morreu atropelado, por volta das 20h de domingo, em frente ao seu apartamento, localizado à Avenida Nove de Julho, região do Jardim Paulista, em São Paulo.

Arquiteto Joaquim Guedes/ Foto: Reprodução IAB-SP
Arquiteto Joaquim Guedes/ Foto: Reprodução
O corpo de Guedes está sendo velado na Fau Maranhão, localizada à Rua Maranhão, 88, em Higienópolis, e o enterro será na terça-feira, às 17 horas, no Cemintário do Araçá, zona oeste de São Paulo. A família espera a chegada de uma filha do arquiteto que mora nos Estados Unidos.

Segundo informações do boletim de ocorrência registrado no 15º Distrito Policial, do Itaim Bibi, Guedes atravessava a avenida, próximo à esquina com a Rua Groenlândia, quando foi atingido por um veículo. Ainda de acordo com a polícia, a placa e marca do carro não foram anotados por testemunhas.

O trecho teria pouca iluminação, mas possíveis imagens gravadas por câmeras da Companhia de Engenharia de Tráfego(CET) e de edifícios vizinhos podem ajudar a esclarecer o suposto acidente. Segundo a polícia, as imagens serão solicitadas.

Guedes havia pedido afastamento temporário do IAB-SP há pouco mais de um mês, pois pretendia concorrer a uma vaga de vereador do município de São Paulo. Ele também era professor aposentado da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP e já lecionou na Escola de Arquitetura de Estrasburgo, na França.

(*com informações da Agência Estado)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.