Presidente do Equador quer fechar canal de televisão opositor

O presidente do Equador, Rafael Correa, anunciou neste sábado que pedirá o fechamento definitivo de um canal de televisão da oposição por divulgar uma gravação sua, obtida através de espionagem em seu escritório.

AFP |

"Acabou a festa, pedirei os rigores da lei contra a Teleamazonas, chore quem chorar", advertiu em seu programa de rádio e televisão transmitido aos sábados.

A Teleamazonas já foi multada duas vezes e divulgou nesta semana uma gravação clandestina de uma conversa do presidente em seu gabinete entregue à imprensa pelo líder do partido de oposição Sociedade Patriótica (SP), Fernando Balda.

O chefe de Estado, que mantém um duro confronto com parte da imprensa em seu país, propôs aos governos da região estabelecer "normas de controle dos excessos da mídia" durante sua cerimônia de possse para um segundo mandato, no dia 10 de agosto.

str/tf/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG