Presidente do DEM diz que campanhas não começaram

O presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), atribuiu o baixo desempenho dos candidatos do partido à prefeitura de São Paulo, Gilberto Kassab, e à do Rio de Janeiro, Solange Amaral, revelado na pesquisa Ibope divulgada ontem, ao fato de as campanhas da sigla ainda não terem se iniciado. Em São Paulo, o prefeito Kassab aparece em terceiro lugar com 10% das intenções de voto, atrás da candidata petista, Marta Suplicy (34%) e do tucano Geraldo Alckmin (31%).

Agência Estado |

De acordo com a pesquisa, Kassab está em empate técnico com o ex-governador Paulo Maluf (PP), com 9%.

Maia considera que o crescimento da candidatura de Kassab deverá ocorrer a partir da propaganda eleitoral na TV, quando o eleitor poderá fazer a associação com as realizações do prefeito. O presidente do DEM avaliou ser natural que Kassab tenha mais dificuldade para crescer nas pesquisas do que Marta e Alckmin, porque nunca disputou uma eleição majoritária. Vice do então prefeito, José Serra (PSDB), Kassab assumiu o cargo com a eleição do tucano ao governo paulista. Marta já foi eleita prefeita anteriormente e Alckmin, governador, além de disputar a última eleição para presidente da República.

O senador Romeu Tuma (PTB-SP), um dos apoiadores de Alckmin, avalia que o cenário não irá alterar muito até o primeiro turno. Ele considera que o quadro permanecerá com Marta e Alckmin em posições bem próximas. "Como se diz em corrida de cavalo, a luta vai ser cabeça a cabeça", afirmou Tuma.

No Rio de Janeiro, o DEM pretende colocar a campanha nas ruas até amanhã. "Até agora, só tem um candidato fazendo campanha. O do governador Sérgio Cabral", disse Maia, referindo-se ao candidato Eduardo Paes (PMDB), do mesmo partido de Cabral. Na pesquisa Ibope divulgada ontem, Paes aparece com 8% das intenções de voto, atrás do candidato Marcelo Crivella (PRB), com 23%, Jandira Feghali (PCdoB), com 14%, e empatado com Fernando Gabeira (PV), também com 8%. Solange Amaral aparece com 5% das intenções de voto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG