acordo paralelo por Sarney - Brasil - iG" /

Presidente do Conselho de Ética diz que não participa de acordo paralelo por Sarney

O presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), negou nesta quarta-feira participação em um possível acordo para manter o presidente José Sarney no comando da Casa.

Redação com Agência Brasil |

  • Eleitores mandam recado para o Senado. Envie a sua mensagem!

    AE
    Duque dá parecer hoje sobre Virgílio

    Duque dá parecer hoje sobre ação contra Virgílio

    A acusação é de que ele arquivaria todas as denúncias contra Sarney como forma de silenciar o debate sobre as acusações que pesam contra o presidente da Casa e, assim, acabar com a crise.

    Não tem acordo paralelo nenhum que eu participe, disse. Meus pareceres são técnicos e jurídicos, absolutamente, ressaltou.

    Ação contra Arthur Virgílio

    Na tarde desta quarta-feira, Duque apresenta o parecer contra o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM). Apesar de dizer que a decisão já está tomada, negou-se a adiantar seu parecer.

    Duque destacou, porém, que a ação contra Virgílio é mais bem fundamentada juridicamente do que as onze ações registradas contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), arquivadas na semana passada

    Virgílio responde à acusação de ter permitido que um funcionário de seu gabinete fosse morar no exterior e continuasse recebendo salários do Senado e por ter recebido um repasse de US$ 10 mil do ex-diretor da Casa Agaciel Maia ¿ afastado por seu envolvimento em supostas irregularidades - quando estava em viagem à França.

    Desarquivamento de ações

    O Conselho de Ética ainda precisa analisar os recursos contra os arquivamentos de processos que tratam de José Sarney. Os processos foram arquivados pelo próprio Duque, sem ouvir o resto do colegiado, e agora cabe a ele marcar a votação, o que deve ser feita na próxima semana.

    A reunião aconteceria nesta quarta-feira , mas foi adiada. Segundo a assessoria de imprensa de Duque, o adiamento foi para que os senadores tenham mais tempo para analisar os pedidos.

    Leia mais sobre: crise no Senado

    • Leia tudo sobre: conselho de éticaduquesarney

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG