Presidente do Banco do Brasil deverá depor na CPI dos cartões

BRASÍLIA- A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista dos cartões corporativos deverá convocar na próxima semana o presidente do Banco do Brasil, Antônio Francisco de Lima, para dar explicações sobre ¿divergências¿ nos arquivo enviado pelo banco a CPI com informações dos gastos de todos os 11 mil cartões do Governo.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

A oposição acusa o BB de ter excluído cerca de mil operações não sigilosas com o cartão corporativo feitas pela Presidência da República e a Polícia Federal (PF) do material enviado à CPI mista dos Cartões. A ausência dessas despesas foi identificada com o confronto dos gastos que estão sendo analisados pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Segundo informações do jornal Correio Braziliense, as despesas somam, no total, R$ 827.773,24, sendo R$ 261.188,56 da PF e R$ 566.584,68 da Presidência.

Leia mais sobre: Banco do Brasil - CPI

    Leia tudo sobre: banco do brasil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG