O presidente da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Mário Freitas, foi feito refém em seu próprio escritório, no centro de Porto Alegre, por dois homens armados, na tarde de hoje, segundo relatos da Brigada Militar, a PM gaúcha. Até o começo da noite não havia informações sobre as intenções dos sequestradores.

Negociadores da PM estão no local. As informações preliminares são de que uma outra pessoa, ainda não identificada, também estaria sob poder dos dois homens.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.