Presidente da Infraero cogita concorrer à vaga na Câmara dos Deputados

BRASÍLIA - O presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Sérgio Gaudenzi, cogitou nesta terça-feira a possibilidade de deixar o cargo na estatal para concorrer à vaga na Câmara dos Deputados. Entretanto, Gaudenzi afirmou que sua saída deverá ocorrer apenas no ano que vem caso acerte esta decisão com o seu partido, o PSB.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

"Existe a possibilidade de eu deixar a Infraero, mas ainda não há nada certo. O meu partido quer que eu faça parte da bancada na Câmara e se isto ficar decidido, eu devo deixar a empresa", ressaltou o presidente.

A afirmação de Gaudenzi contraria as especulações de que ele deixaria o cargo no início de dezembro devido à sua resitência em privatizar aeroportos. Como por exemplo, o aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro, no qual a estatal tem feito altos investimentos.

"Sair em pleno final de ano não seria uma atitude certa da minha parte. O novo presidente pegaria um período conturbado por causa da operação final de ano que ocorre nos aeroportos nesta época", ressaltou.

Questionado sobre se o ministro da Defesa, Nelson Jobim, já havia sido informado sobre a poassibilidade de sua saída, Gaudenzi informou que sim. "Jobim é meu amigo, converso com ele constantemente. Já o informei sobre essa decisão que venho discutindo com o meu partido", completou Sérgio Gaudenzi.

Leia mais sobre: Infraero - aeroportos

    Leia tudo sobre: aeroportosinfraero

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG