Presidente da CPI se reúne com ministro do STF para reverter liminar

BRASÍLIA - O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Escutas Telefônicas, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), vai se reunir no início da noite desta terça-feira com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cézar Peluso. O encontro pretende convencer o ministro a reverter a liminar que concedeu o direito a 17 empresas de telefonia de não entregar à CPI as autorizações judiciais que permitiram o grampo de 409 mil telefones no Brasil, em 2007.

Regina Bandeira - Último Segundo/Santafé Idéias |

Nosso interesse é apenas confirmar se essas autorizações foram feitas de forma legal, respeitando as garantias fundamentais do cidadão, explicou Itagiba.

o presidente da CPI acrescentou que não quer ouvir a conversa de ninguém. "Mas permitir que os fins justifiquem os meios é como admitir que a tortura seja considerada um meio válido para se conseguir a prova de um crime, comparou.

O deputado informou ainda que, apesar dos rumores, o depoimento do delegado da Polícia Federal (PF), Protógenes Queiroz, agendado para esta quarta-feira, está mantido.

Protógenes foi convocado pela comissão no mês passado para esclarecer suspeita de que, durante o curso da investigação da Operação Satiagraha, a PF teria feito escutas ilegais.

A operação prendeu, entre outros, o banqueiro Daniel Dantas, o ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta, e o mega investidor Naji Nahas por crimes contra o sistema financeiro.

Leia também:

Leia mais sobre: CPI dos Grampos

    Leia tudo sobre: cpi dos grampos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG