Presidente concede cidadania armênia a Charles Aznavour

Yerevan, 26 dez (EFE).- O presidente da Armênia, Serzh Sargsyan, concedeu por decreto a cidadania armênia ao cantor, compositor e ator francês de origem armênia Charles Aznavour, informaram hoje fontes da Presidência.

EFE |

O escritório de imprensa do chefe do Estado comunicou que, mediante outro decreto, também recebeu carta de cidadania armênia o representante do artista francês, Levon Sayan.

O decreto foi assinado por Sargsyan nesta quinta-feira, disseram à Agência Efe no escritório de imprensa do presidente armênio.

Este ano, entrou em vigor uma lei que permite a dupla cidadania no país.

Aznavour, de 84 anos, nascido em Paris, de pais armênios, recebeu o título de Herói Nacional da Armênia e é um dos artistas franceses mais populares.

Ao longo de sua extensa carreira, vendeu mais de 100 milhões de discos.

Em 2005, o artista francês, que tem uma praça em Yerevan com seu nome, foi condecorado com a Ordem da Pátria, a maior distinção concedida pelo Estado armênio. EFE at-bsi/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG