Por Hamid Shalizi CABUL (Reuters) - O presidente afegão Hamid Karzai apoiou neste sábado um revisão de estratégia dos Estados Unidos no Afeganistão e no Paquistão e considerou melhor que o esperado, elogiando a inclusão do Irã no papel regional.

O presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, que enfrenta uma crescente insurgência islâmica, disse que a mudança dos Estados Unidos foi "positiva" porque enfatiza o progresso econômico como um meio para combater a militância.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou a nova estratégia na sexta-feira, e sua principal meta é começar a desmantelar militantes da al Qaeda no Afeganistão e Paquistão, os quais ele diz estarem planejando outro ataque aos Estados Unidos.

"Em poucas palavras, isto é melhor do que nós estávamos esperando de fato, nós apoiamos e esperamos conduzir isso para uma aplicação plena", disse Karzai durante uma coletiva.

Falando do parlamento em Islamabad, Zardari disse: "Nós esperamos combater a militância e o extremismo por nossa própria causa. Nós vamos continuar fazendo isso por causa de nossas crianças".

A nova estratégia dos Estados Unidos foi lançada enquanto a violência no Afeganistão atinge o maior nível desde que as forças lideradas pelos Estados Unidos desapropriaram o Taliban por proteger líderes da al Qaeda envolvidos nos ataques de 11 de setembro.

Os insurgentes, geralmente operando de refúgios seguros nas regiões das fronteiras do Paquistão, tem aumentando seus ataques, com a violência se propagando do sul e leste para os limites da capital Cabul.

Karzai elogiou a ênfase da revisão em envolver os vizinhos do Afeganistão no combate ao Taliban e al Qaeda e no desenvolvimento de seu país devastado pela guerra.

"O plano para incluir o Irã no esforço regional...é uma idéia positiva e nós esperamos aproveitar esta oportunidade de maneira positiva para o bem do Afeganistão", disse ele durante coletiva.

"Nós apoiamos isto e iremos trabalhar muito, muito perto do governo dos EUA para a preparação e execução de tudo que foi estabelecido nesta estratégia", acrescentou Karzai.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.