Sueli Souza Maia, de 50 anos, e Adriana Maia Gomes, de 25 anos, mãe e filha, foram presas ontem em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, acusadas de aplicar o golpe do falso sequestro. De acordo com a polícia, após a quebra do sigilo bancário das contas correntes delas, foi constatada a participação das duas no crime.

A polícia começou o monitoramento do grupo há seis meses, a partir de uma denúncia feita por uma advogada que caiu no golpe. A vítima foi obrigada a depositar R$ 6 mil em duas contas bancárias, que pertenciam às suspeitas. O dinheiro resgatado era depositado em contas cadastradas para o recebimento do Bolsa Família, programa social do Governo Federal que beneficia pessoas de baixa renda.

Em seis meses, com a participação do filho preso, Alex Souza Gomes, responsável pelas ligações telefônicas para ameaçar as vítimas, cerca de 30 pessoas foram enganadas. Segundo a polícia, Alex atualmente está preso no Presídio Ferreira Neto, em Niterói, acusado pelo crime de roubo. Ele também foi indiciado pela extorsão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.