Dois homens e uma mulher foram presos após aplicar o golpe do boa noite, cinderela, na zona sul da capital, hoje pela manhã. A Polícia Civil investigava a atuação da quadrilha desde outubro e suspeita que duas pessoas tenham morrido após ingerir alta dose de medicamentos utilizados pelos acusados durante os ataques.

Foram presos uma técnica em enfermagem, de 35 anos, um cabeleireiro, de 37 anos, e um operador de telemarketing, de 24 anos. Outros quatro envolvidos foram identificados.

Os golpes eram aplicados após os acusados escolherem as vítimas em bares da cidade. Os alvos preferidos pela quadrilha, segundo a Secretaria de Segurança Pública, eram homens abordados pela técnica em enfermagem. Depois de conversar com a vítima, ela misturava medicamentos controlados e com efeito entorpecente, para a pessoa perder os sentidos e, em seguida, ser furtada pelos acusados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.