Presa no RS quadrilha disfarçada de policiais militares

Uma operação conjunta da Polícia Civil com a Brigada Militar (a Polícia Militar gaúcha) prendeu hoje oito integrantes de um grupo criminoso conhecido como Gangue das Fardas na Vila Cruzeiro, zona sul de Porto Alegre. A investigação, iniciada no mês passado, indicou que a quadrilha usava fardas parecidas com as da Brigada Militar para montar falsas batidas policiais, nas quais abordava e executava integrantes de grupos rivais.

Agência Estado |

O delegado Bolívar Llantada disse que em apenas um mês o grupo consumou três homicídios e tentou outros dois agindo com violência e crueldade.

Além das fardas, o grupo usava um automóvel Gol, comum na frota da Brigada Militar, e armas exclusivas de forças de segurança. O carro, quatro celulares, uma bomba caseira e munição para pistolas foram apreendidos na operação. Dois líderes da quadrilha, identificados como Paulo Pacheco, de 33 anos, e Sandro da Costa, de 34 anos, foram presos temporariamente. Luiz Flores, de 35 anos, e Claudiomiro Pacheco, de 38 anos, foram presos em flagrante por porte de munição ilegal. Outras quatro pessoas que estavam sem documentos foram detidas para averiguações.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG